Make your own free website on Tripod.com








-=||-|ä¢k뮧 Zöñë|=-
-=||-|ä¢k뮧 |=ä(/)ö§ö§|=-













Home

Decore esta letra | -=|T®öjäñ§ |-|ö®§ë§|=- | -=||-|ä¢k뮧 |=ä(/)ö§ö§|=- | -=|£¡ñk§|=- | -=|©öñtatö|=- | -=|Ø qµë é µ(/) |-|ä¢kë®|=-





-=||-|ä¢k뮧 |=ä(/)ö§ö§|=-

















Kevin David Mitnick (EUA)
O mais famoso hacker do mundo. Atualmente em liberdade condicional, condenado por fraudes no sistema de telefonia, roubo de informações e invasão de sistemas. Os danos materiais são incalculáveis.
Kevin Poulsen (EUA)
Amigo de Mitnick, também especializado em telefonia, ganhava concursos em rádios. Ganhou um Porsche por ser o 102º ouvinte a ligar, mas na verdade ele tinha invadido a central telefônica, e isso foi fácil demais.
Mark Abene (EUA)
Inspirou toda uma geração a fuçar os sistemas públicos de comunicação - mais uma vez, a telefonia - e sua popularidade chegou ao nível de ser considerado uma das 100 pessoas mais "espertas" de New York. Trabalha atualmente como consultor em segurança de sistema.
John Draper (EUA)
Praticamente um ídolo dos três acima, introduziu o conceito de Phreaker, ao conseguir fazer ligações gratuitas utilizando um apito de plastico que vinha de brinde em uma caixa de cereais. Obrigou os EUA a trocar de sinalização de controle nos seus sistemas de telefonia.
Johan Helsingius (Finlândia)
Responsável por um dos mais famosos servidores de email anônimo. Foi preso após se recusar a fornecer dados de um acesso que publicou documentos secretos da Church of Scientology na Internet. Tinha para isso um 486 com HD de 200Mb, e nunca precisou usar seu próprio servidor.
Vladimir Levin (Rússia)
Preso pela Interpol após meses de investigação, nos quais ele conseguiu transferir 10 milhões de dólares de contas bancárias do Citibank. Insiste na idéia de que um dos advogados contratados para defendê-lo é (como todo russo neurótico normalmente acharia), na verdade, um agente do FBI. Ele não é tão feio quanto parece nesta foto.
Robert Morris (EUA)
Espalhou "acidentalmente" um worm que infectou milhões de computadores e fez boa parte da Internet parar em 1988. Ele é filho de um cientista chefe do National Computer Security Center, parte da Agência Nacional de Segurança. Ironias...
















Segurança........